São Paulo > Itapetininga e Região

HORÁRIO LOCAL

PREVISÃO COMPLETA CLICK EM Guareí-SP

Quer saber, ou enviar algo de Guareí SP-envie p/- jacutinga.noticias@gmail.com- serão respondidos.

Sign by Dealighted - Coupons and Deals

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Faça sua pesquisa no Jacutinga Noticias

SP prorroga vacinação contra gripe


Até o momento, campanha atingiu 4,8 milhões de paulistas; campanha será estendida até o dia 3 de junho de 2015
A Secretaria de Estado da Saúde decidiu orientar os municípios paulistas a prorrogarem por mais duas semanas a campanha de vacinação contra a gripe no Estado de São Paulo. Até 3 de junho, a pasta pretende imunizar 11,8 milhões de paulistas [UTF-8?]– o número corresponde à meta de 80% das 14,7 milhões de pessoas que compõem o público-alvo.
O último balanço da pasta, desta quinta-feira, 21 de maio, aponta que 47% de adesão do público prioritário da campanha: bebês a partir dos seis meses e crianças menores de cinco anos de idade, idosos a partir dos 60 anos, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram filhos nos últimos 45 dias), indígenas, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade, além das pessoas diagnosticadas com doenças crônicas e os profissionais de saúde do Estado.
Até o momento, 4.822.868 pessoas foram imunizadas contra o vírus Influenza, causador da gripe (veja dados regionais abaixo).
Agora, a preocupação maior é com os pais que ainda não levaram as crianças entre seis meses e menos de cinco anos de idade para vacinar: 33% de cobertura, ou 1.021.460 vacinados.
Entre as gestantes, a cobertura é de 38,4%: 166.483 grávidas foram imunizadas, desde o início da campanha em 4 de maio.
Os idosos, com 60 anos ou mais, são os que mais aderiram à campanha, com 80% da meta atingida, ou, 2.425.150 vacinados.
Também foram vacinados 820.245 pacientes diagnosticados com doença crônica; 45.895 puérperas, até 45 dias após o parto; 320.248 trabalhadores da saúde; 3.645 indígenas e outras 19.742 pessoas relacionadas ao sistema prisional.
Além de imunizar a população contra a gripe A H1N1, tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009, a campanha visa proteger a população de outros dois tipos do vírus influenza: A (H3N2) e B. A vacina foi produzida pelo Instituto Butantan, unidade ligada à pasta, através de um processo de transferência de tecnologia.
Outros dois tipos de vacina estão disponíveis, no período da campanha: a pneumocócica 23-valente, responsável pela prevenção de doenças como pneumonia, meningite e bacteremia/septicemia (infecção generalizada do sangue). Ela é destinada especificamente aos idosos hospitalizados ou residentes em instituições como asilos e casas de repouso, às pessoas diagnosticadas com doenças crônicas (cardiovasculares, pulmonares, renais, diabetes mellitus, hepáticas e hemoglobinopatias) e aos imunodeprimidos (transplantados, com neoplasias e infectados pelo HIV). A outra vacina disponível imuniza contra difteria e tétano.
imprescindível tomar a vacina o quanto antes, pois somente após 15 dias começa a fazer efeito. Não dá pra esperar o inverno chegar pra se imunizar, principalmente às gestantes, já que uma única dose, protege dois seres: a mãe e seu bebê, que só vai precisar ser imunizado novamente, depois dos seis ]meses, alerta Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria de Estado da Saúde.

Nenhum comentário: