São Paulo > Itapetininga e Região

HORÁRIO LOCAL

PREVISÃO COMPLETA CLICK EM Guareí-SP

Para professores e educadores- um dos melhores blogs sobre educação infantil

Quer saber, ou enviar algo de Guareí SP-envie p/- jacutinga.noticias@gmail.com- serão respondidos.

Sign by Dealighted - Coupons and Deals

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Faça sua pesquisa no Jacutinga Noticias

Carregando...

LATÍCINIO YEMA FOI VENDIDO PARA GRUPO ITALIANO EM JANEIRO




Yema nasceu como um pequeno laticínio nas fazendas do Comendador Umberto Yema, que em 1947 trouxe de navio da Itália as primeiras búfalas da raça Mediterrânea (búfalas de leite) para a região sudeste do Brasil, instalando-se na região de São Miguel Arcanjo, interior de São Paulo. 

Daí em diante, a pequena fábrica de laticínios foi crescendo até tornar-se a empresa atual, com três unidades industriais (São Miguel Arcanjo/SP, Guareí/SP e Andrelândia/MG). “Hoje são produzidos cerca de quarenta tipos de queijos, que vão desde as tradicionais mozzarelinhas até os queijos especiais como gorgonzola, brie, ementhal e parmesão. São cerca de oitenta mil litros de leite (de bovinos e de búfalas) diariamente transformados em queijos finos dos mais diversos tipos, com técnicas e equipamentos modernos, porém com os mesmos cuidados semiartesanais como foi desde o princípio”, destacou Luiz Ruoppolo, CEO da Yema, em entrevista exclusiva ao site MilkPoint. 
Luiz Ruoppolo - Yema Laticínios
Luiz Ruoppolo

Aquisição da Yema pelo grupo italiano Granarolo 

No mês de janeiro deste ano, a Yema foi adquirida pelo grupo italiano Granarolo(primeira aquisição feita pelo grupo no Brasil). A Granarolo é o maior grupo agroindustrial italiano e o mais importante na produção e distribuição de produtos lácteos. Com sede em Bologna, é uma sociedade composta de 1.000 produtores de leite e quinze unidades fabris no território italiano, além de unidades na França, Chile, Nova Zelândia e Canadá. Sua distribuição atinge a maioria dos países europeus, além da China e Índia no território asiático.
A parceria foi impulsionada pelos valores similares de ambas as empresas, priorizando uma produção de excelência com inovações tecnológicas que conduzam a uma qualidade sempre crescente. “O projeto de expansão da Granarolo - além das fronteiras europeias - considerou o Brasil um mercado importante e a Yema uma empresa ítalo-brasileira com potencial para representar seu primeiro passo no mercado nacional”, comemorou Ruoppolo.

Granarolo tentou comprar Parmalat sozinha em 2005
O grupo é um dos maiores grupos de queijos e lácteos do mundo. Tem um perfil agressivo em aquisições e sempre está em evidencia no mercado. Recentemente firmou uma parceria com outros gigantes do setor para comprar a Parmalat, não conseguiu, mais adquiriu uma fatia atráves da Intensa, que é sócia da Parmalat.




Nenhum comentário: